Caso de sucesso – Costa Alentejana

Este é um caso de sucesso de uma estratégia de SEO pensada desde o primeiro momento. Nós aqui na SEOlabs temos vários projetos(websites e blogs), criados para implementar testes, estratégias e novas ferramentas de SEO para que assim consigamos perceber melhor quais as boas práticas a implementar em projetos de clientes.

Os nossos projetos estão ligados a nichos diferentes para Portugal e Brasil. Contamos com mais de 20 websites & blogs ativos para implementarmos e testarmos sempre novas ideias ligadas ao SEO. Por isso mesmo destacamos a nossa forma de trabalhar com investigação e desenvolvimento e acima de tudo diferenciação nos serviços que prestamos de SEO.

Sempre que necessário estamos atentos a novas temáticas para assim criarmos projetos e tentarmos o melhor posicionamento no Google. Desta forma também estamos a ajudar o cliente, como todos os projetos de SEO são diferentes uns dos outros, cada um no seu mercado de atuação e com objetivos diferentes, nós SEOlabs, temos de estar preparados para esses novos nichos e perceber as suas potencialidades e especificidades.

Só assim conseguimos ir ao encontro das necessidades de cada cliente e de cada novo desafio.

#Ponto de partida

Nós precisávamos de testar uma nova estratégia que descobrimos numa investigação feita num site americano e num determinado nicho especifico e com keywords acima de 1.000 pesquisas/média mensal exatas no Google. Coube-me a mim (Miguel Brandão) encontrar o nicho, as keywords e montar tudo!

Então, o que fomos fazer:

  • Pesquisar potenciais nichos em diversos setores de atividade, utilizando 2 ferramentas: Google Keyword Planner e Semrush. Neste caso, a junção destas duas ferramentas foram perfeitas!
  • Perceber a concorrência depois de encontrar um potencial nicho.
  • Analisar que tipo de conteúdos teríamos de criar.
  • Qual a plataforma a utilizar para montar o site de nicho.
  • Estratégia de SEO a utilizar e implementação da nova técnica.

Dito isto, o mais difícil aqui é encontrar um bom nicho em Portugal e com mais de 1.000 pesquisas por keyword. O motivo é bem simples, há pouca procura online nos variados nichos de mercado. Somo um país muito pequeno e não nos podemos esquecer que grande parte dos Portugueses que acedem à Internet não vão todos ao Google fazer pesquisas, ficam-se pelo Facebook e pouco mais…

#Nicho encontrado

Depois de muitas horas à procura, lá encontrámos um bom nicho e que nicho!

Em apenas 2 keywords tínhamos volume suficiente para colocar em prática a nova técnica que queríamos testar:
– Costa vicentina – este termo por mês em média tem mais de 3500 pesquisas no Google.pt
– Costa alentejana – este termo por mês em média tem cerca de 2.000 pesquisas no Google.pt

Perfeito, era isto mesmo que precisávamos. Mais ainda, existiam muitas outras keywords que podíamos optimizar e que facilmente chegariam ao TOP 10 de resultados no Google.pt

Google Trends para os termos encontrados:



Como é evidente aqui a tendencia é que as procuras por estes termos tem o seu pico máximo no verão durante os meses de Julho/Agosto e depois começa a cair. É uma procura sazonal.

#Criar o website

Depois de encontrarmos as keywords avançamos com o planeamento de todo o site:

  • Compra de domínio com a keyword exata – em nichos ainda ajuda ter a keyword no domínio principal. Domínio escolhido: costa-alentejana.pt (extenção .PT porque o Google gosta de domínios locais)
  • Instalar e configurar a plataforma WordPress com uma template muito básica(objetivo era implementar novas técnicas de SEO)
  • Criação de artigos – variar com textos de mais de 500 palavras, com vídeo, imagens, etc. Tentar criar artigos completos e com muita informação multimédia.
  • Criar página no Facebook. Implementar a caixa de gostos dentro do site. O Google vê com bons olhos a criação de perfis/páginas nas redes sociais de websites, porque assim acha que não é um projeto temporário para outros efeitos…

Observações importantes:

  • Nos primeiros meses, não foram implementados anúncios ou outro qualquer tipo de publicidade. É importante, enquanto o website não está posicionado, estar isento.
  • É muito importante também criar as páginas de contactos, politica de privacidade e sobre.
  • Não devemos colocar artigos todo de uma só vez no site, terá de ser gradualmente ao longo do tempo.
  • Não implementámos o Google Analytics*, apenas o Search Console.

O objetivo aqui é dizer ao Google que estamos a criar um novo website com a temática ligada à costa alentejana. Não podemos estar de inicio a dar pistas que vamos “inventar” ou fazer testes de posicionamento. Assim por muitas técnicas aplicadas, pode tornar-se muito difícil conseguir os objetivos e até perceber o porquê de não resultar.

*Normalmente em projetos de testes não instalamos o Google Analytics por diversos motivos, sendo um deles “esconder” um pouco o possível rápido crescimento para as keywords exatas ou não… Utilizamos outra plataforma de Analytics: Metrica da Yandex.

#A concorrência

Ao analisarmos o Top10 de cada uma das keywords que pretendíamos posicionar, conseguimos perceber que a concorrência era muito baixa! Para além disso ao analisar cada uma das páginas que estavam no top10, os conteúdos não davam as respostas aos utilizadores que faziam pesquisas no Google.

Por exemplo; o termo “mapa costa alentejana” tem uma média mensal de pesquisas exatas no Google.pt de mais de 200 buscas.

Fizemos essa análise, no Top10 dos resultados do Google.pt e percebemos que todas as páginas que lá estavam, nenhuma delas explicava de forma simples aquilo que os utilizadores procuravam porque o que queriam mesmo saber, era o mapa da costa alentejana!

E o que encontrava? Grandes portais a venderem quartos de hotéis, sites governamentais ligados ao Alentejo, outros portais a falarem da costa alentejana e outras coisas… Portanto o utilizador não encontrava respostas para o seu termo de pesquisa. E foi isso que fizemos; simplesmente dar a resposta que o utilizador procurava.

Vejam agora à data de hoje onde está posicionado o nosso artigo para este termo: mapa costa alentejana e também para mapa costa vicentina.

mapa-da-costa-alentejana

Para além do 1º e 2º lugar no ranking, o site que criámos também indexou e posicionou as 2 imagens que estão no artigo “mapa da costa alentejana/vicentina”.

Em termos de conteúdos foi isto que fizemos; dar as respostas às perguntas que os utilizadores fazem no Google. Simples.

Outra questão que percebemos de grande importância e que de certa forma ajudou em mais alguns “pontinhos” perante o Google, foi colocarmos um Plugin para partilhar cada artigo nas redes sociais. Percebemos que depois de instalarmos esse Plugin a página subiu mais uns degraus. Faz sentido, se o visitante gostar do conteúdo vai partilhar na sua rede para os seus amigos e seguidores.

Aqui um bom exemplo do artigo: mapa da costa alentejana/vicentina. Vejam as vezes que foi partilhado. Para um artigo de um site de nicho, conseguir 23 partilhas é muito bom! Mais uns pontinhos a nosso favor perante o Google.

partilhas

#A estratégia

Ao longo de todas estas implementações fomos percebendo que este seria um site mais fácil de posicionar do que estávamos à espera. E ainda não tínhamos implementado a principal estratégia!

Passados mais de 30 dias, íamos colocando alguns artigos optimizados e resumindo tudo desde o inicio em termos de estratégia de SEO foi feito o seguinte:

  • Compra de domínio com a keyword exata
  • Criação de artigos optimizados: títulos, URL, H1, H2, (etc), textos com mais de 300, 500 e mais palavras com conteúdos multimédia(vídeo, imagens, etc…)
  • Colocação estratégica de links a apontar para sites externos de alta qualidade
  • Estratégia de Links internos
  • Indexação de artigos e imagens
  • Criação de perfis em redes sociais
  • Plugin de partilha de artigos nas redes sociais
  • Criar 1 backlink de alta qualidade (WordPress.org)

Implementação de técnica SEO para testar o resultado

Antes do site ter completado 2 meses de vida, para as principais keywords o site chegou ao Top3 dos resultados! Notámos que a implementação da nova técnica** fez subir e muito o site no Google e até hoje nunca mais mexemos em nada.

** Por motivos profissionais não podemos explicar qual foi a técnica que implementamos neste projeto.

10628010_702034496540416_196345017921012689_n

#Resultados nos dias de hoje

Depois do site ter posicionado relativamente mais fácil do que aquilo que estávamos à espera, a partir daí foi sempre a posicionar outros artigos. O website nunca mais saiu do 1º lugar e parece até que reforçou ainda mais essa posição. O proprio Google adicionou uns links por baixo da descrição, o que quer dizer que interpreta o site como de alta qualidade para este nicho!

resultados-google

Depois de percebermos que os nossos testes de novas técnicas de SEO correram muito bem e que conseguimos posicionar diversas páginas no TOP3 dos resultados no Google, passámos então à fase da conversão.

Sim, depois de tudo correr como planeado temos de rentabilizar o projeto para nosso proveito e tentar monetizar com programas de afiliados e também captação de emails para base de dados.

Então o que fizemos foi ir colocando anúncios (Adsense) nas páginas posicionadas e testar a eficácia. Depois implementámos também algumas ferramentas da plataforma Booking como afiliados como por exemplo a pesquisa de hotéis na costa alentejana e alguns banners.

Atualmente à data deste artigo e de por ano praticamente gastamos apenas 2/3h com este projeto, conseguimos rentabilizar muito bem com ganhos anuais na ordem dos 4 dígitos.

#Conclusão final

Este foi um caso de sucesso bem rápido! Mas para nós o mais importante aqui foi testar novas técnicas de SEO, criando um projeto desde o ZERO até obtermos os melhores resultados possíveis.

Desta forma conseguimos perceber passo-a-passo a criação de pequenos projetos focados para nichos específicos. Mas quais as vantagens para o cliente?

  • Podemos criar nichos em volta da temática principal do projeto do cliente e assim dominar toda a área de negócio.
  • Criar sites de alta qualidade para depois enviar links para projetos de clientes.
  • Testar várias estratégias e perceber quais aquelas que podem ajudar melhor o site do cliente a posicionar.
  • Implementação de técnicas já testadas em projetos de SEO.
  • E muito mais…

SEO exige muito trabalho, investigação e acima de tudo testar para obtermos os melhores resultados.

Mais artigos:

About Author

Miguel Brandão

Desde de 2009 a ajudar websites a conseguirem o melhor posicionamento nos motores de busca com estratégias avançadas de SEO. Fundador do 1º evento de SEO em Portugal[www.seoportugal.org]

Leave a Reply

Required fields are marked*