O termo “canibalização” pode assustar para quem ainda está a adquirir conhecimentos de SEO. Mas no entanto é muito simples e fácil de entender o que é a canibalização de keywords(ou palavras-chave).

Numa estratégia de SEO, depois do estudo das palavras-chave relacionadas com cada negócio, será necessário optimizar cada uma das páginas do site e/ou escrever novos conteúdos no blog para se conseguir trabalhar o máximo possível de termos usados pelos utilizadores quando vão para o o Google procurar por aquilo que necessitam.

É a partir daqui que começam os erros.

Normalmente, criam-se conteúdos em novas páginas em que focam sempre no mesmo tema/assunto. Ou seja, criam-se 2, 3, ou mais páginas focadas num determinado tema que se pretende divulgar e tentar posicionar. Errado!

O que é a canibalização de palavras-chave?

Depois de se publicar várias páginas no site sobre o mesmo assunto, o Google pode ficar “confuso” no momento da indexação e principalmente no posicionamento. Se temos várias páginas que falam praticamente da mesma coisa o Google vãi interpretar como bem entender e talvez(ou não) posicionar a página que quiser, o que por vezes não é  a melhor página que temos para esse mesmo assunto.

Resumindo:

A canibalização de keywords, acontece quando várias páginas do site (URLs) estã a tentar posicionar para a mesma keyword

Mas esta questão é importante para SEO?

Claro que sim. Para quem trabalha em SEO deverá evitar esta “canibalização” até porque esta questão é um sinal que as páginas do site(URLs) não estão a informar claramente o Google dos conteúdos que queremos que se posicionam.

Por isso, é muito importante o estudo de keywords e optimizar cada uma das páginas do site para esses termos. Se vamos falar da mesma temática em 4 ou páginas diferentes, como é que o Google vai saber, qual delas deverá posicionar? Provavelmente no final o que poderá acontecer é de que nenhuma dessas páginas irá posicionar no ranking devido à confusão de páginas criadas com o mesmo assunto.

Exemplos:

Neste artigo criado pela Moz podemos ver uma imagem onde claramente dá para perceber a confusão de termos várias páginas no site com características iguais:

Qual será a página que o Google irá posicionar? Se todas elas praticamente falam da mesma temática do mesmo assunto? Esta questão acontece muito em lojas online, mas também em Blogs de empresas.

Vamos ver agora um exemplo positivo sobre a questão da canabalização de keywords na imagem em baixo:

Por isso é muito importante um estudo de keywords para podermos trabalhar cada uma das páginas, as categorias, sub-categorias e por aí fora… Desta forma já estamos a evitar de raiz a canibalização de palavras-chave.

Mas como normalmente quem trabalha em SEO os projetos web já nos chegam com estes erros criados pelos desenvolvedores web, há sempre soluções e alternativas de solucionar este problema:

  • Utilizar redirecionamentos(301) nestas páginas e apontar para aquela que queremos realmente que o Google posicione.
  • Melhorar os textos âncora entre estas página, clarificando melhor aquela que queremos posicionar.
  • Desindexar e até remover aquelas páginas que praticamente não têm valor nenhum para o Google. Aproveitando esses conteúdos e colocar na página que queremos posicionar.
  • Etc…

Tudo depende de como o site está planeado, o estudo de keywords, categorias, etc.

Portanto, o que devemos dizer ao Google é:

Para esta palavra-chave existe esta URL(página).

Não vamos complicar, apenas temos de simplificar as coisas para que o Google entenda e assim poder dar os melhores resultados nas pesquisas dos utilizadores.

Portanto, o termo canibalização de palavras-chave parece algo do outro mundo, mas agora já sabe que é muito simples de entender.

Mais artigos:

  • Principais fatores SEO em 2016 para conseguir melhores resultados no ranking do GooglePrincipais fatores SEO em 2016 para conseguir melhores resultados no ranking do Google A Searchmetrics.com todos os anos faz um estudo extensivo e bem completo dos vários fatores SEO que podem influênciar positivamente no ranking do Google. No final de cada ano civil os […]
  • OMExpo 2017 – MadridOMExpo 2017 – Madrid Nos dias 26 e 27 de Abril estivemos na OMExpo 2017 em Madrid - Espanha. Foram dois dias cheios de experiências, palestras e muita boa disposição por toda a feira. Esta foi a 13ª edição […]
  • Sabia que o Google faz alterações nos seus algoritmos todos os dias?Sabia que o Google faz alterações nos seus algoritmos todos os dias? Para todos aqueles que pensam que SEO é implementar umas técnicas e já está, desenganem-se porque é muito mais do que isso... Quem não perceber que os resultados do trabalho de SEO […]
  • SEO – profissionais, artistas ou agências?SEO – profissionais, artistas ou agências? Pois muito bem, eu não queria escrever sobre este assunto porque é um pouco delicado e pode ferir algumas pessoas mais sensíveis ao tema 🙂 . Mas vamos lá! Encarar "a coisa" de frente e […]
  • Novo colaborador para o BrasilNovo colaborador para o Brasil André Páscoa é o novo membro da equipa SEOlabs. Nativo do Brasil, será o responsável pelo posicionamento de projetos para o mercado Brasileiro. Desta forma estamos a reforçar o nosso […]
  • Estudo de keywordsEstudo de keywords Diria que, para qualquer estratégia de Marketing Digital, seja SEO, publicidade no Google(Adwords), content e inbound marketing e até nas redes sociais, um bom estudo de keywords e de […]

Miguel Brandão

Desde de 2009 a ajudar websites a conseguirem o melhor posicionamento nos motores de busca com estratégias avançadas de SEO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *